Niterói vai ter sua primeira edição de cinema open air

Cinema ao ar livre, com uma das vistas mais lindas da região! Começa nesta quinta-feira, em Niterói, a primeira edição do Plaza Open Air! O local do evento? É naquele que já é um patrimônio de Niterói, o Plaza Shopping.

O festival vai acontecer em dois finais de semana, de 21 a 24/9 e de 29/9 a 1/10, sendo sexta-feira das 18h às 23h, sábados e domingos, das 14h às 23h.

Vista Plaza Open Air 1

Os filmes serão exibidos no estacionamento ao ar livre do shopping, no piso G6, em um telão de 6 metros de altura e 11 metros de comprimento! E contemplando uma paisagem exuberante com o Caminho Niemeyer, a Baía de Guanabara e a Ponte Rio-Niterói. ❤

A entrada e a pipoca são gratuitas!

Shows e diversas opções gastronômicas também fazem parte desta experiência.

Confira a programação completa:

– 21/09 (quinta-feira)
Sessão fechada

– 22/09 (sexta-feira)
20h: A garota do trem

– 23/09 (sábado)
18h: Moana
20h: Os Vingadores

– 24/09 (domingo)
20h: Animais fantásticos e onde habitam

– 29/09 (sexta-feira)
20h: Como eu era antes de você

– 30/09 (sábado)
18h: Trolls
20h: Esquadrão Suicida

– 01/10 (domingo)
20h: O Regresso

 

– –
Plaza Open Air
Quando: 21 a 24/09 e 29/09 a 01/10 – sexta-feira, das 18h às 23h, sábado e domingo, das 14h às 23h
Onde: Plaza Shopping Niterói – 6º piso – Rua Quinze de Novembro, 8, Centro – Niterói
Quanto: Evento gratuito
Classificação indicativa: definida de acordo com a classificação de cada filme

 

Anúncios

Festival Anima Mundi no Rio: ainda dá tempo de conferir a edição de 2017!

Quem adora animação não pode perder esta dica: A 25ª edição do Anima Mundi já está acontecendo no Rio! Os filmes estão sendo exibidos em oito endereços no Rio, com mostras gratuitas e a preços populares.

O Anima Mundi é hoje uma plataforma de animação que oferece experiências para animadores/as, educadores/as, produtores/as e animaníacos/as do Brasil. O evento deste ano acontece de 14 a 23/7, com ingressos a R$10 e R$5 (meia) nos seguintes espaços: Casa França-Brasil, CCBB RJ, Centro Cultural da Justiça Federal (CCJF), Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB) e Cine Odeon. Há também sessões gratuitas no Espaço Cultural do BNDES e Cinemateca do MAM.

Confira todos os horários das exibições aqui! E não perca este incrível evento, que traz para a gente as iniciativas de animação que estão sendo feitas em todo o mundo.

Diários em cinema e cena na Caixa Cultural

Você já teve um diário? Já escreveu em agendas, cadernos de memórias, blogs na internet? E nas redes sociais, você fala de si?

Buscando trazer luz aos temas da “exposição pública do íntimo” e da “tensão entre a vida pública e a privada”, a mostra Diários: do segredo á revelação traz para o público filmes e atividades relacionadas às narrativas pessoais. Além da discussão e reflexão desses temas, temos a oportunidade de olharmos a história do mundo e as emoções humanas através da pluralidade de olhares pessoais. Particularmente, já que estamos falando de diários, assisti a um filme, uma leitura dramatizada e uma aula da oficina de escrita. O público em média nas três atividades foi de 25 pessoas atentas e participativas.

Assisti ao filme “Memórias do Cárcere” (1984), de Nelson Pereira dos Santos, cuja história é baseada na obra de mesmo nome de Graciliano Ramos. O escritor e então político de Alagoas foi preso pela Ditadura de Getúlio Vargas por ir contra as imposições do governo. No cárcere (incluindo a desumana Colônia Penal de Ilha Grande), Graciliano escreveu seu romance sobre tudo que viveu e viu nesse período. As três horas de filme (raridade nos tempos fast que vivemos) são uma oportunidade de olharmos para questões passadas e atuais de nosso país. O que ficou? O que mudou? Neste domingo, às 14h, haverá exibição novamente do filme.

Aproveite o final de semana para esta imersão íntima! Além da mostra “Diários”, há uma exposição de lindos e criativos brinquedos feitos a mão, exposição fotográfica de Alair Gomes e outra mostra de cinema. No dia 18/01 haverá a Sessão Resistências, às 16h30, dentro da mostra “alô alô mundo!”.

16117811_1518990611447745_993308542_n

A Caixa Cultural conta com wi-fi, guarda-volumes, piano disponível ao público e um Café com guloseimas, delícias e a gentileza de Carla, que recebe a todxs muito simpaticamente (raridade também no atendimento carioca). Há clientes que a esperam chegar para saborear o café (R$5) com uma boa conversa. Experimente o chocolate quente (R$6) e o croissant quentinho (R$5). Ah, e não esqueça de levar agasalho! Nas salas de cinema faz frio.

ps: O que você anda pensando sobre si? Sobre o mundo? Experimente escrever! Como a curadora Betch Cleinman relembra no catálogo da mostra, já dizia a canção: “Existirmos: a que será que se destina?“.

 

Dia 14 Sábado
11h – Oficina de Narrativas Pessoais
14h – Caro Diário (filme)
16h – A Inglesa e o Duque (filme)
18h30 – Cinzas / O Filmador (filmes)

Dia 15 Domingo
14h – Memórias do Cárcere (filme)
17h30 – Walden: diários, notas, esboços (filme)

Serviço
Mostra “Diários: do segredo à revelação”
Até 15 de janeiro de 2017
Caixa Cultural: Almirante Barroso, 25, Centro.
Horário: terça a domingo, das 10h às 21h.
Entrada, filmes e palestras dessa mostra: Gratuita !
Mais informações: www.solardasmetamorfoses.com.br/diarios
www.facebook.com/CaixaCulturalRiodeJaneiro

Aline Miranda
fb/alinemirandapoeta
poeta, escritora, oficineira
e mestre em Literatura, Cultura e Contemporaneidade
p
ela PUC-Rio com estudo em escrita de si na internet.

 

Dia de maldade no CCBB

Até o dia 25/7 acontece no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB RJ), a mostra “A vilania no cinema brasileiro”, exibindo os melhores vilões do nosso cinema.Trata-se de um painel que expõe formas diversas de vilania, algumas não tão óbvias, mas todas presentes na realidade cotidiana brasileira.

A maldade se apresenta em duas sessões diárias, com ingressos a R$10 / R$5 (meia).

cidade-de-deus-4
Cena do filme Cidade de Deus, que será exibido no di24/7

Confira a programação completa:

21/7
17h: Porto das Caxias – 18 anos
19h: Ato de Violência – 18 anos

22/7
17h: Girimunho – 10 anos
19h: Cidade Oculta – 16 anos

23/7
15h: Baixio das Bestas – 18 anos
16h30: O Som ao Redor – 16 anos
19h: O Anjo da Noite – 18 anos

24/7
15h: O Matador Profissional – 18 anos
16h45: A Navalha na Carne – 18 anos
18h30: Cidade de Deus – 16 anos
25/7
17h: Cidadão Boilesen – 12 anos
19h: Os Inconfidentes – 12 anos

Informações sobre cada filme aqui.

O CCBB RJ fica na Rua Primeiro de Março, 66 – Centro.

Filmes tailandeses premiados em cartaz no Centro

Conhece o cinema tailandês? Pois é, também não. Mas tenho aqui uma boa oportunidade para aprendermos mais sobre a cultura tailandesa a partir dos seus filmes. A mostra Cinema Tailandês, em cartaz na Caixa Cultural, apresenta neste final de semana (15, 16 e 17/7) filmes premiados em importantes festivais internacionais.

Na programação,“As Damas de Ferro”, baseado em fatos reais e menção especial no Festival de Berlim; “Seda Negra”, indicado ao Urso de Ouro no Festival de Berlim; “Ponto de Fuga”, vencedor do Tigre de Ouro do Festival de Rotterdam e “História Mundana”, também vencedor do Tigre de Ouro do Festival de Rotterdam.

cinema_tailandes01.jpg

A mostra segue até dia 24/7, com filmes de terça a domingo. Os ingressos custam R$4 (inteira) e R$2 (meia).

Confira a programação completa:

15/7(sexta−feira)
17h – Perigo em Bangkok (2000), de Danny Pang e Oxide Pang, Tailândia, Digital, 105 min, 16 anos.
19h – As Damas de Ferro (2000), de Yongyoot Thongkongtoon, Tailândia, Digital, 104 min, Livre.

16/7 (sábado)
16h15 – Seda Negra (1961), de Ratana Pestonji e Ratanavadi Ratanabhand, Tailândia, Digital, 129 min, 12 anos.
18h45h – Ponto de Fuga (2015), de Jakrawal Nilthamrong, Tailândia/Holanda, Digital,100 min, 14 anos.

17/7 (domingo)
17h10 – História Mundana (2009), de Anocha Suwichakornpong, Tailândia, Digital, 82 min, 10 anos.
19h – Perigo em Bangkok (2000), de Danny Pang e Oxide Pang, Tailândia, Digital, 105 min, 16 anos.

19/7 (terça−feira)
17h – As Damas de Ferro (2000), de Yongyoot Thongkongtoon, Tailândia, Digital,104 min, Livre.
19h – Síndromes e Um Século (2006), de Apichatpong Weerasethakul, Tailânda / França / Áustria, Digital, 105 min, 10 anos.

20/7 (quarta−feira)
17h – Ponto de Fuga (2015), de Jakrawal Nilthamrong, Tailândia/Holanda, Digital, 100 min, 14 anos.
19h – História Mundana (2009), de Anocha Suwichakornpong, Tailândia, Digital, 82 min, 10 anos.

21/7(quinta−feira)
17h – Tio Boonmee, Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas (2010), de Apichatpong Weerasethakul, Tailândia / Reino Unido / França / Alemanha / Espanha / Holanda, Digital, 114 min, 10 anos.
19h30 − Tongpan (1977), de Euthana Mukdasanit e Surachai Jamtimatorn, Tailândia, Digital, 63 min, 10 anos.

22/7 (sexta−feira)
16h00 – Transistor Monrak (2002), de Pen-Ek Ratanaruang, Tailândia, Digital, 129 min, 14 anos.
18h30 – Para Sempre Seu (1955), de Ratana Pestonjii, Tailândia, Digital, 112 min, 10 anos.

23/7(sábado)
14h50 – Síndromes e Um Século (2006), de Apichatpong Weerasethakul, Tailânda / França / Áustria, Digital, 105 min, 10 anos.
17h – Tio Boonmee, Que Pode Recordar Suas Vidas Passadas (2010), de Apichatpong Weerasethakul, Tailândia / Reino Unido / França / Alemanha / Espanha / Holanda, Digital, 114 min, 10 anos.
19h30 – Debate O Cinema Tailandês na Contemporaneidade.
Com Ruy Gardner e Victor Dias. Mediando o  debate Fabiano de Freitas.

24/7(domingo)
16h – O Cidadão (1977), de Chatrichalerm Yukol, Tailândia, Digital, 124 min, 10 anos.
18h20 – Freelance: Ataque do Coração (2015), de Nawapol Thamrongrattanarit, Tailândia, Digital, 130 min, Livre.

A Caixa Cultural fica na Av. Almirante Barroso, 25 – Centro.

cinema_tailandes02.jpg

Mostra multimídia reúne as memórias de Caio F. Abreu

O Sesc Copacabana está com uma incrível mostra multimídia homenageando o contista, romancista, dramaturgo e jornalista Caio Fernando Abreu. O público tem a oportunidade de entrar em contado com todo o universo do autor por meio de diferentes linguagens artísticas.

caiofernando.02

A programação conta com debates, mostra de filmes, espetáculos de teatro e dança e apresentação musical com as cantoras Marina Lima e Cida Moreira. Apenas o teatro e o show musical são pagos, o restante é de graça! 🙂

Confira a programação gratuita da mostra:

– CICLO DE DEBATES
13/6 a 18/7
2as, 19h.
Grátis. 16 anos.
Mediação de Ramon Nunes Mello.

20/6 – Caio F. | Uma vida encenada
Com Gilberto Gawronski, Luis Artur Nunes e Renato Farias.
11/7 – Caio F. | Vida e Ficção
Com João Silvério Trevisan, Paula Dip e Luís Fernando Emediato.
18/7 – Caio F. | Inventário Astrológico
Com Amanda Costa, Claudia Lisboa e Pedro Tornaghi.

– EXPOSIÇÃO > CAIO FERNANDO ABREU, DOCES MEMÓRIAS
6/6 a 7/8
5a a domingo, 11h às 18h. 2as, 13h às 20h.
Grátis. 16 anos.

Apresentação de itens do acervo pessoal e bibliográfico, vestimentas, objetos de uso pessoal, manuscritos originais, dezenas de cartas, documentos, fotos, áudios e vídeos com entrevistas, entre outros.

– CINEMA > MOSTRA DE CURTAS E LONGAS
Todas as 2as. Grátis.
Mediação de Flávia Prosdocimi. Com a presença dos diretores.

4/7 – 19h. 16 anos.

Sargento Garcia – Hermes é um jovem imaturo e inexperiente que sonha em fazer faculdade de filosofia, mas quando ele vai se alistar ao exército ele percebe que a rigidez e autoritarismo do Sargento Garcia esconde uma forte pulsão sexual por jovens “diferentes”. De Tutti Gregianin.

Para sempre teu Caio F. – Caio Fernando Abreu foi um dos nomes mais importantes da literatura brasileira. Mesmo em pouco tempo de vida – ele morreu aos 47 anos, vítima da AIDS – deixou uma imensidão de livros, estudos, peças e debates. Polêmico e genial, suas obras foram traduzidas em doze idiomas e ganharam o mundo. Com depoimentos de amigos e familiares, o filme ainda traz diários e anotações pessoais do escritor gaúcho. De Candé Salles.

25/7 – 19h. 12 anos.

Linda, uma história horrível – Com uma mala em punho, um filho já adulto chega para visitar sua idosa mãe.  A casa continua a mesma, porém degradada pelo tempo – degradação essa que se estende ao corpo da velha senhora. De Bruno Gularte Barreto.

Sobre sete ondas verdes espumantes – Um roadmovie poético construído através da vida e obra do escritor Caio Fernando Abreu. Santiago, Amsterdã, Berlim, Colônia, Paris, Londres, Porto Alegre, São Paulo. As cidades que testemunharam a vida breve do poeta, dramaturgo e escritor são revisitadas e recobertas agora de fragmentos de suas obras e lembranças de seus amigos, como Maria Adelaide Amaral, Grace Gianoukas e Adriana Calcanhoto. De Bruno Polidoro.

– DANÇA > CAIO
21 a 24/7
5a a domingo, 21h.

O espetáculo nasce do estudo das relações afetivas a partir de interações entre a dança contemporânea e a literatura de Caio Fernando Abreu. Aproximam-se corpo e palavra, dança e literatura, pelas conexões intersemióticas entre as duas linguagens artísticas.  Com o grupo Qualquer um dos 2 Cia. de Dança.

 

caiofernando.01

Nascido em Santiago do Boqueirão, Rio Grande do Sul, em 1948, Caio F. Abreu, como assinava seus trabalhos, escreveu vários romances e contos, entre eles Pedras de Calcutá, Morangos Mofados – o livro que o tornou popular -, Os Dragões Não Conhecem o Paraíso, Onde Andará Dulce Veiga? e Limite Branco.

As marcas e a influência de autores consagrados da literatura, tais como Clarice Lispector, Hilda Hilst, Gabriel García Márquez e Julio Cortázar, são bastante evidentes em sua obra, bem como a música, o teatro e o cinema, que o inspiraram de forma marcante. Falecido em 1996, sua obra permanece viva e admirada ao redor do mundo – inclusive, por toda uma nova geração de leitores e escritores.

Caio, a gente te ama!

caiofernando

O Sesc Copacabana fica na Rua Domingos Ferreira, 160 – Copacabana.

 

Farm faz evento de cinema em Santa Teresa

O Cine Rua é um projeto audiovisual da marca de moda Farm, que leva cinema gratuito para diferentes pontos da cidade, além de shows e djs.

A próxima edição vai rolar hoje, sexta de feriadão (27/5), a partir das 17h30 no Parque das Ruínas, em Santa Teresa (umas das vistas mais lindas que se tem da cidade <3).

Confira a programação:

17h – dj marcelinho da lua;
18h30 – show Mãeana;
19h30 – curta selecionado;
20h – hoje eu quero voltar sozinho (classificação indicativa: 12 anos)

O Parque das Ruínas fica na Rua Murtinho Nobre, 169 – Santa Teresa.

cine-rua.jpg

Mostra de cinema em galeria de arte debate gênero

A mostra “Brilho nas Telas” está rolando durante todo mês de maio na Galeria Índica, em Ipanema. É uma série de encontros com exibição de filmes com temática LGBT, seguida de debate.

O próximo encontro será nesta quarta-feira (25/5), às 19h, com as exibições de “Plutão”, de Daniel Nolasco, e “Não é o homossexual que é perverso, mas a situação em que ele vive”, dirigido por Rosa von Praunheim.

Gratuito! Distribuição de senhas a partir das 18h30.

“Brilho nas Telas” é promovido pela agenda LGBT ‘Brilho da Cidade’, pela Índica Arte e Design e pelo canal ‘Drag-se’.

A Galeria Índica fica na Rua Visconde de Pirajá, 82 – loja 117, subsolo – Ipanema (em frente à Praça General Osório).

Cinema na índica_

Feriado na Caixa Cultural com filmes a R$2

Começou nesta terça-feira (19/4), na Caixa Cultural, a mostra Corpo e Cinema, reunindo 20 filmes que desafiam padrões de comportamento, beleza, sexualidade e relações de gênero. Quem ficar pelo Rio terá uma ótima opção de lazer com filmes a R$ 2 (meia) e R$ 4 (inteira).

Na quinta-feira (21/4) os destaques são “Paris is burning”, documentário sobre a cena nova-iorquina dos bailes de drag queens negras e latino-americanas dos anos 1990, o documentário “Línguas Desatadas”, vencedor do Prêmio Teddy de melhor filme de temática gay no Festival de Berlim, e a sessão dupla “Um Canto de Amor” + “Nova Dubai”, que será comentada pela professora e pesquisadora da UFRJ, Ieda Tucherman.

Na sexta (22/4), dois momentos bem distintos. Primeiro, uma sessão dupla de filmes brasileiros antológicos exibidas em 35mm: “Vereda tropical”, de Joaquim Pedro de Andrade e “Como era gostoso o meu francês”, de Nelson Pereira dos Santos. Em seguida, com “Calafrios”, o primeiro filme do diretor David Cronenberg o início que flerta com o monstruoso e o erótico. O longa será precedido pelo curta brasileiro “Um Ramo” (2007), vencedor do Prêmio Descoberta na Semana da Crítica do Festival de Cannes.

No sábado (23/4), chama a atenção a exibição de “Madame X” , o mais extravagante dos filmes da artista e ativista alemã Ulrike Ottinger e um marco do cinema queer, e a sessão com curtas de Barbara Hammer, Clarice Hahn e Agnès Varda, que será comentada  pela pesquisadora da UFF Érica Sarmet.

O domingo (24/4) é dedicado a vampiros e zumbis. O clássico “Dia dos Mortos”, o terceiro da trilogia de George Romero sobre zumbis, e o incrível “Fome de Viver”, que traz David Bowie contracenando com a vampira Catherine Deneuve, são os pontos altos do dia.

A mostra Corpo e Cinema segue até o dia 01/5, com ingressos a  R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia). \o/

A Caixa Cultural fica na Av Almirante Barroso, 25 – Centro.

 

Farm faz festival de filmes ao ar livre

Começou no último domingo (3/4) o festival Cine Rua, evento da Farm que levará para diferentes pontos da cidade filmes, bandas e djs.

A primeira edição aconteceu no Arpoador e foi muito legal! Ah, é tudo de graça!

Confira a programação:

  • 10/4 – Jardins do MAM:

17h: dj lili Disritmia | Música Brasileira
18h30: exibição de curtas
19h: Hoje eu quero voltar sozinho, de Daniel Ribeiro
21h: show Mãeana
*classificação indicativa 12 anos

  • dia 17 – Praia Vermelha:

18h30: exibição de curtas
19h: família bélier (eric lartigau)
21h: show Manie Gang (Manie Dansante)
*classificação indicativa 12 anos

Cinema de graça no Espaço Itaú

Essa dica é imperdível!

Nesta segundona (29/2) pós Oscar, o Espaço Itaú de Cinema exibirá gratuitamente (siiiim, de graça, na faixa!) os filmes que estão em cartaz em todas as suas salas do Rio, São Paulo, Curitiba, Brasília e Salvador e Porto Alegre!

Dentre os filmes, vários indicados e premiados no Oscar deste ano.

Para participar, basta retirar o ingresso uma hora antes da sessão, de acordo com a classificação indicativa dos filmes e o limite das salas.

No Rio, o Espaço Itaú de Cinema fica na Praia de Botafogo, 316 (Perto do Bot. Praia Shopping).

Divirtam-se!

Festival do Rio: exibições gratuitas pela cidade

Sim, o Festival do Rio é pago. E não é barato 😦

Mas algumas exibições são gratuitas! 🙂

Confira algumas abaixo, prepare e pipoca e corra para o cinema!

Programão carioca (Globo Filmes):

9/10 (sexta-feira)
21h – Loucas pra casar (classificação – 14 anos)
Local: Vila Mimosa – Rua Sotero dos Reis, Praça da Bandeira

19h – Meu Passado me Condena 2 (classificação – 12 anos)
Local: Largo da Prainha, Saúde (Centro)

10/10 (sábado)
19h – Caras de pau (classificação – 10 anos)
Local: Praça de São Roque, Paquetá

12/10 (domingo)
19h – Qualquer gato vira-lata 2 (classificação – 12 anos)
Local: Pedra de Guaratiba (Rua Barros de Alarcão, 503) 

Cine Daros: filmes gratuitos no pátio

A Casa Daros, referência na arte contemporânea latino-americana, abriga até domingo o Cine Daros no Pátio. Uma programação gratuita que, nesta edição, foca na animação.

As histórias de animação têm ganhado dramaticidade com personagens que lidam com temas como identidade, gênero, religião, política e muita fantasia. A seleção desta edição apresenta uma pequena amostra de filmes de animação feitos nas últimas duas décadas em quatro continentes diferentes.

Sessões gratuitas, sempre às 19h.

Lotação máxima: 600 pessoas.

Confira a programação:
(os filmes serão exibidos no idioma original, com legendas em português)

  • 14.8 (sexta)
    Persépolis (França e Estados unidos, 2007), 96 min., 12 anos
    Direção de Marjane Satrapi e Vicent Paronnaud
    Uma menina vive a revolução islâmica no Irã em 1979 e toda a opressão decorrente. Ao se tornar adulta, encontra-se dividida entre o ocidente e o oriente.
    Idioma: francês | Legendas: português
  • 15.8 (sábado)
    O fantástico senhor Raposo (Estados Unidos, 2009), 87 min., 10 anos
    Direção de Wes Anderson
    O Sr. Raposo prometeu à esposa que deixaria a vida de roubos de galinhas, mas quando a família se muda para uma árvore próxima a uma fazenda, ele volta à velha vida, às escondidas.
    Idioma: inglês | Legendas: português
  • 16.8 (domingo)
    Uma história de amor e fúria (Brasil, 2013), 98 min., 12 anos
    Direção de Luiz Bolognesi
    Retrata o amor entre um guerreiro imortal e Janaína, a mulher por quem é apaixonado por 600 anos. Passa por momentos da história do Brasil, desde a colonização até o ano de 2096, quando haverá guerra por água.
    Idioma: português

A Casa Daros fica na Rua General Severiano, 159 – Botafogo

Anima Mundi: exibições gratuitas no Centro e Barra

O Anima Mundi, o maior festival de filmes de animação da América Latina (e o segundo do mundo) rola até o final da semana no Rio. Entre as mostras de filmes competitivos, com ingressos pagos (acima do #padrãoRiodeGraça)há exibições de curtas gratuitos!

Selecionamos as datas e os locais em que estão rolando as animações grátis.

Confira e divirta-se! 🙂

15/7

Auditório do BNDES – Centro

19h: Animação em Curso 2

Cidade das Artes

17h30: Futuro Animador 2

19h30: Olho Neles! 2

21h30: Olho Neles! 1

16/7

Auditório do BNDES – Centro

13h: Curtas 3

19h: Curtas 4

17/7

Auditório do BNDES – Centro

13h: Curtas 08

19h: Curtas 09

Na Cidade das Artes há também uma área chamada Galeria, em que pequenos filmes são exibidos continuamente, só chegar e assistir.

A retiradas das senhas acontecem uma hora antes das exibições no BNDES e 30 minutos na Cidade das Artes.

O auditório do BNDES fica na Av. República do Chile, 100 – Centro e a Cidade das Artes na Av. das Américas, 5300 – Barra da Tijuca.

Festival X-Tudo: teatro, música, cinema (e muito mais) a R$10

Mistura boa! Até o dia 26/7 acontece a sexta edição do X-Tudo Sesi Cultural, mostra que leva aos palcos dos Teatros Sesi de todo o estado do Rio música, teatro, circo, cinema, dança, exposição e oficinas.

Essa edição conta com mais de 40 atrações, apresentando um panorama dos principais destaques no cenário cultural nacional da atualidade em espetáculos a preços populares e gratuitos espalhados por todo o estado.

A programação completa você pode conferir clicando aqui, mas destacamos algumas atrações imperdíveis:

– 16/7: Peça Hominus Brasilis no Centro, R$10

– 18/7: Peça “Ricardo III”, em Itaperuna, R$10

– 22/7: Show Noites do Norte, no Centro, R$10

– 25/7: Encontro artístico “Desconcerto”, em Campos, R$10

– 26/7: Teatro infantil “Paideguará”, em Jacarepaguá, R$10

E tá rolando também atividades gratuitas com exposição, filmes e oficinas!

A programação é rotativa, ou seja: gostou de alguma dessas atrações? É só procurar que dia ela estará no Sesi mais próximo. 🙂