Mobilidade carioca – como funciona a nova malha metroviária pós Olimpíadas

Um dos grandes dilemas do carioca sempre foi a dificuldade de circulação dentro do Rio. Malha metroviária muito pequena, trens em condições péssimas, ônibus que levam horas para chegar a seu destino… Enfim, sempre é muito difícil para a gente fazer um trajeto de longa (e até mesmo média) distância.

Um dos legados das Olimpíadas por aqui foi a reformulação no traçado de mobilidade urbana da cidade: vias expressas de BRT (Bus Rapid Transit ou Transporte Rápido por Ônibus), mudanças nos trajetos das linhas de ônibus que circulam pela Zona Norte, Zona Sul e Centro, melhoria nos trens e estações e a tão aguardada Linha 4 do metrô, ligando a Zona Sul à Barra da Tijuca.

brt01
Foto: Site BRT Rio

O nosso BRT é inspirado no modelo de sucesso que funciona em Curitiba, cidade exemplo de modalidade urbana no Brasil. Os corredores expressos cortam pontos importantes, que sofriam muito com a dificuldade de locomoção por conta de engarrafamentos gigantescos (chegando esses a ultrapassar os de São Paulo nos últimos anos).

Já implantado, este transporte reduziu o tempo de viagem de muita gente, principalmente trabalhadores que moram distante de seus empregos. Ainda a ser inaugurado, o BRT da Av. Brasil será mais um marco, melhorando a fluidez na circulação na principal via expressa municipal.

A abertura da Linha 4 do metrô também facilitou a vida de quem faz o trajeto Centro-Zona Sul-Barra, diminuindo consideravelmente o tempo perdido em engarrafamentos diários.

Essas mudanças, além de facilitar a vida do trabalhador, também ajudará turistas a circularem pela cidade e, até mesmo, nós, moradores, a chegar a pontos distantes.

vlt01
Foto: G1

Quem também chegou e já está abalando é o VLT (Veículo Leve sobre Trilhos), sensação durante os Jogos Olímpicos. A leveza do transporte está em propiciar menor consumo de energia e acessibilidade. Sem catracas, o pagamento é feito dentro dos trens, o que traz para a cidade aquela sensação de “civilidade” que todo mundo sente ao viajar para grandes cidades que possuem o mesmo sistema de cobrança.

 

Mais que uma ligação da rodoviária para o aeroporto Santos Dumont (até porque ele não é muito rápido), o VLT está nos fazendo descobrir um Centro por vezes desconhecido. A Orla Conde (que sempre será chamada de Boulevard Olímpico) ganhou vida e, independente do dia, há pessoas passeando no local graças ao VLT.

malha carioca.png
A malha do transporte público carioca

Nossa malha metroviária está se tornando, a cada dia, mais eficiente. O transporte sempre foi uma das maiores reclamações de moradores e visitantes. Agora, aos poucos, esse legado de melhoria se torna real, nos ajudando a circular por todas as áreas da cidade, deixando carros na garagem e conectando uma cidade, por anos, partida.

Mais informações:
BRT Rio
Metrô Rio
VLT Rio
Super Via (trens)
Rio Ônibus

Texto: Will Senter

Anúncios

Habemus recorde: mural do Boulevard Olímpico é o maior grafite do mundo!

Uma das atrações de maior sucesso do Boulevard Olímpico entrou para o Guinness World Records!

Assinado pelo paulista Eduardo Kobra, o muro é inspirado nos aros olímpicos e representa a paz e a união entre os povos ao retratar cinco rostos de nativos dos continentes participantes dos Jogos.

eduardo-kobra_grafite_boulevard_olimpico
O sorriso de quem agora está no Livro dos Recordes! Foto: Divulgação

O painel é uma das obras mais fotografadas do Boulevard Olímpico e faz parte do nosso novo ponto turístico: a revitalizada zona portuária. Desde o início das Olimpíadas, o local já recebeu mais de 1,5 milhão de visitantes!

mural_etnias_boulevard_olimpico
O super fotografado Mural Etnias. Foto: Divulgação

O painel Etnias em números:
2646,34 m²
70 dias de trabalho, sendo 45 de pintura e 25 de produção
1890 litros de tinta branca para a base
2800 latas de tinta spray

Para aproveitar melhor o passeio, a gente sempre sugere deixar o carro em casa. A Cabify é uma empresa de tecnologia que conecta quem quer se movimentar pela cidade com estilo e segurança a um motorista particular que te leva a qualquer lugar!

Baixe o app (para iOS e Android) e com o voucher “RIODEGRACA”, você ganha a primeira corrida gratuita de até R$20! Leia aqui como foi nossa experiência com a Cabify.

#Rio2016 Agenda de shows no Boulevard Olímpico durante a Paralimpíada

Saiu a lista oficial com os shows que vão ocupar o Palco Encontros, no Boulevard Olímpico, durante as Paralimpíadas.

Os shows começam no dia 7/9 e seguem diários até 18/9, quando encerram os Jogos.
O Palco Encontros fica localizado na Praça Mauá.

Veja a agenda completa:

Boulevard-Olimpico-PalcoEncontros45
Palco Encontros durante a Olimpíada

7/9 quarta-feira
13h30 – Embaixadores da Alegria com Rodrigo Sha
18h/20h – Cerimônia de Abertura

8/9 quinta-feira
18h/20 – Pollo

9/9 sexta-feira
18h/20h – Nicolas Krassik Trio

10/9 sábado
13h30 – Marquinhos de Oswaldo Cruz
18h/20h – Gabriel Moura

11/9 domingo
13h30 – Cacique de Ramos
18h/20h – Banda Tereza

12/9 segunda-feira
18h/20h – Andre Sampaio e os Afromandingas

13/9 terça-feira
18h/20h Versalle

14/9 quarta-feira
13h30 – Embaixadores da Alegria com Pretinho da Serrinha
18h/20h – Jonas Sá

15/9 quinta-feira
13h30 – Vulgue Tostoi
18h/20h – Maíra Freitas

16/9 sexta-feira
18h/20h – Julia Vargas

17/9 sábado
13h30 – Rainha da Noite
18h/20h – Tono

18/9 domingo
11h/12h30/13h30 – Banda Marcial Marinha / Esquadrilha da Fumaça / Embaixadores da Alegria
18h/20h – Cerimônia de Encerramento

* Somos um site independente, sem qualquer relação com a Olimpíada, Paralimpíada ou o Boulevard Olímpico. As informações foram retiradas do site oficial do evento e podem sofrer alterações.

Boulevard Olímpico: o que fica e o que sai no recesso para a Paralimpíada

Os Jogos Paralímpicos acontecem de 7 a 18/9, e o que vamos fazer das nossas vidas sem a adrenalina do esporte até lá?

Uma das queixas da população carioca era a de que as atrações culturais durante a Olimpíada foi pontual e não seriam estendidas para depois do período de realização dos Jogos.

Por isso, fomos checar o funcionamento do Boulevard Olímpico, um dos pontos mais concorridos dos Jogos, e trouxemos para você a lista de tudo o que vai rolar até o dia 6/9 (a partir do dia 7/9 a programação muda, mas ainda não foi divulgada. Assim que sair a gente conta para vocês 🙂 )

– Balão Panorâmico Skol

balao_skol
Foto: Divulgação

Onde: Orla Conde (em frente à Candelária)
Quando: diariamente, das 10h às 22h
Quanto: de graça

Essa é daquelas atrações difíceis de ir, mas inesquecível para os sortudos que conseguirem participar. É gratuito, mas precisa fazer cadastro prévio aqui e até o dia 31/8 já está esgotado. O balão sobe a 150 metros, mostrando uma visão totalmente diferente e encantadora da cidade. Quem for, manda uma foto para a gente? 😉

 

 – Food trucks

BoulevardOlimpico-FoodTrucks
Foto: Divulgação/Boulevard Olímpico

Onde: por toda a orla.
Quando: diariamente, das 12h às 22h.
Quanto: preços variados.
Muitas opções para quando a fome bater. Carrinhos de comida e bebida, espalhados pela orla.

 

 

– Artistas de Rua

BoulevardOlimpico-ArtistasDeRua
Foto: Divulgação/Boulevard Olímpico

 

Onde: por toda a orla.
Quando: diariamente, das 9h às 0h.
Quanto: grátis!

Espetáculos de malabares, teatro, música, dança e mímica ao longo da orla. O projeto é uma parceria do Instituto Tá na Rua e a Escola Carioca do Espetáculo Brasileiro.

 

Somos um blog independente, sem qualquer ligação dos a Rio 2016. Todas as informações sobre o Boulevard Olímpico podem ser acessadas em seu site oficial.

 

#Rio2016 Roteiro Casas dos Países na Paralimpíada

Acabou o milho, acabou a pipoca? Ainda não! Embora a Olimpíada tenha acabado, deixando na gente uma saudade danada desse clima carnaolímpico, a Paralimpíada vem aí, com ingressos bem mais em conta para assistir as partidas (confira aqui) e uma boa programação cultural para a cidade.

Sim, o fervo principal acabou, mas ainda tem muita coisa bacana para acontecer durante os Jogos Paralímpicos (7 a 18/9). Dentre elas, vale visitar algumas das Casas dos Países que continuarão abertas durante o período.

Confira nossa lista, monte sua programação e aproveite!
* Veja aqui o roteiro completo que montamos com as atrações imperdíveis de cada casa.

casa_suica
Foto: Divulgação

Baixo Suíça
Onde: Campo de beisebol, Lagoa Rodrigo de Freitas (perto do Corte do Cantagalo).
Quando: Até 7/9 funciona de quarta a sexta (17h às 23h) e sábado e domingo (11h às 23h), mas sem as atrações da Switzerland Tourism. Durante os Jogos Paralímpicos volta com funcionamento diário e todas as atrações (11h às 23h). Mais informações aqui.
Quanto: entrada gratuita

Casa-Alemanha
Foto: Divulgação

Casa da Alemanha – OliOle
Onde: Praia do Leblon (Posto 11).
Quando: 26, 27, 28/8 (11h às 18h). Volta nas Paralimpíadas, a partir do dia 7/9 (excepcionalmente), com funcionamento de quinta a domingo (14h30 às 21h30). Saiba mais aqui.
Quanto: entrada gratuita

 

Casa_Coreia
Foto: Rio de Graça

Casa PyeongChang – Coreia do Sul
Onde:
Praia do Leme
Quando: Volta a funcionar de 7 a 18/9 (ainda sem horário confirmado). Veja aqui informações sobre as atrações da casa.
Quanto: entrada gratuita

IMG_6786
Foto: Rio de Graça

British House
Onde: A morada do Reino Unido sai do Parque Lage e vai para a Barra: Av. Embaixador Abelardo Bueno, 1300 (Shopping Metropolitano)
Quando: 7 a 18/9
Quanto: entrada gratuita, mas precisa se inscrever no site oficial


Casa do Japão
Onde:
Cidade das Artes – Barra 
Quando:
7 a 18/9, 12h às 20h (dia 17/9 apenas convidados)
Quanto: 
entrada gratuita

Extra: Tokyo Caravan 
Reúne projetos desenvolvidos por japoneses, como o artista Katsuhiko Hibino e o dramaturgo Hideki Noda.
Onde: Paço Imperial – Praça XV (Centro)
Quando: até 7 de setembro, 12h às 19h (fecha às segundas)
Quanto: entrada gratuita

Casa-Colombia
Foto: Divulgação

Casa Colômbia
Onde: Centro Cultural do Ministério da Saúde – Praça XV
Quando: 5 a 18/9 – 10h às 20h
Quanto: entrada gratuita


Casa Brasil
Onde: 
Pier Mauá – Zona Portuária
Quando:
diariamente até 18/9 10h às 20h
Quanto: 
entrada gratuita

 

Casa_Mexico
Foto: Rio de Graça

Casa México
Onde: Museu Histórico Nacional – Centro
Quando: até 15/9 – 10h às 17h30
Quanto: entrada gratuita, exposições R$ 8 (inteira)

Com informações do site da Rio 2016.

*Sempre lembrando que o Rio de Graça é um blog independente, sem qualquer ligação com a Rio 2016 ou as Casas dos Países (nenhum publipost, nadinha rsrs). As informações passadas aqui estão disponíveis nos veículos oficiais do evento. Para mais informações, dúvidas, reclamações, sugestões, dificuldade para compra de ingresso, etc, entre em contato diretamente com cada local. A gente ajuda no que pode, mas não temos responsabilidade por mudanças na programação, filas, preços e atendimento prestado por eles. 😉

#Rio2016 Junta Local traz para o Rio culinária de todo o mundo

Aproveitando o clima olímpico e o tanto de gente que está pela cidade, a próxima edição da Junta Local vai celebrar as muitas tradições culinárias do mundo e a bandeira da comida local como um movimento que une todos em torno da mesa.

junta_local04

São quatro dias de evento (18, 19, 20 e 21/8) na Casa da Glória, com a presença de marcas cariocas, de outros estados e internacionais, além de programação para crianças e uma gostosa seleção musical.

Veja aqui as marcas e produtos que estarão expostos nesta edição.

junta_local01

Fotos: Divulgação/Samuel Antonini

– – –
Junta Local
Quando: 18, 19, 20 e 21/8, das 11h às 21h (dia 21 das 13h às 21h)
Onde: Ladeira da Glória, 98 – Glória
Quanto: Entrada gratuita

#Rio2016 Casa da Áustria, fervo europeu com energia e animação carioca

Uma das Casas dos Países que está bombando nesta edição dos Jogos Olímpicos é a da Áustria! Com entrada gratuita e um esquema mais “arrumadinho” que as concorrentes europeias que se instalaram na praia, a Austria House está atraindo milhares de turistas e cariocas para suas dependências.

14009959_10209652885696823_2056691922_n

Manu Fiala, 23 anos, carioca e seguidora do Rio de Graça, passou por lá, se divertiu horrores e conta tudo para a gente no depoimento abaixo. Confira:

“No início pensei ‘putz, que merda vou mofar nessa fila gigantesca’. Fiquei 40 minutos na fila mas valeu cada segundo. Lá dentro estava fantástico.Fui das músicas eletrônicas ao sertanejo com uma galera cheia de energia, animada e insana.
A casa estava cheia mas não estava nada apertado. As pessoas ficavam em pé em cima das mesas pulando ao som da música e da animação do DJ, que deve ter se sentido o David Guetta da noite. Até selfie dele com a galera rolou no final.
Bebidas? Só tem um tipo de cerveja, vinho branco e o Hugo (uma espécie de drink que mistura espumante, hortelã e um xarope dos deuses).
Para as solteiras tem vários gringos bem bonitos ~leia-se gatos~, para as casadas vale a pena o olhar haha.
Sério, nessas Olimpíadas o que não pode faltar é sua visita a casa da Áustria. Vai lá! Dica forte pra não se arrepender depois!”

Nossa correspondente não soube dizer sobre as comidas oferecidas  motivos de “estava ocupada dançando”. 😀

14001670_10209652884176785_1964338410_o

– –
+ Casa da Áustria
Onde: Clube do Botafogo – Botafogo
Quando: 4 a 21/8 – 10h às 23h (às vezes fica um pouco mais)
Quanto: entrada gratuita

Fotos: Manoela Fiala.

Mansão em Santa Teresa cria vivência tipicamente carioca para turistas (e para um sortudo que seguir o Rio de Graça!)

Workshop de caipirinha, aula de percussão, samba e capoeira são algumas das atrações do The Mansion Sem Fronteiras, projeto que acontece no super casarão em Santa Teresa durante os Jogos Olímpicos.

DCIM103GOPRO
Cenário dos sonhos!

A mansão, que é cenário de grandes eventos, estará aberta todos os dias no período de 5 a 21/8, a partir das 10h. O local conta com amplo espaço, ambientes clássicos ornados por obras de arte moderna, cercado pela fauna e flora nativa da Mata Atlântica e pelas exuberantes vistas da Baía de Guanabara, Pão de Açúcar e Cristo Redentor. Visão de cartão-postal!

A programação conta ainda com opções de atividades e degustação de pratos típicos brasileiros, assinados pela chef Mariana Vidal, que preparou um menu especial inspirado no seu livro “Saboreando o Rio”. Dentre as delícias do menu estão o baião de dois (adoro!!) e a moqueca de peixe.

O local também contará com o pop bar importado de Nova York, o Mulberry Project, que oferece drinques exclusivos com sotaque americano e adaptados com insumos locais.

The_Mansion_01

Já pensou fazer parte deste evento exclusivo? Então corra lá na nossa página no Facebook, vamos sortear um almoço + drink do Mulberry Project! O sorteio acontece na segunda. Veja aqui como participar.

Demais, né?
A entrada é gratuita e o bar e as atividades são pagas à parte.

Almoço Buffet / Feijoada: R$120,00 com 1 welcome drink
Jantar Menu Degustação: R$250,00 com 1 welcome drink
Pacote de bebidas (água, refrigerante, cerveja nacional, caipirinha): R$120,00
Pacote de Atividades por pessoa: R$500,00
O bar também é aberto para consumo avulso.

As reservas podem ser feitas no telefone (21) 99776-0477 ou no email eventos@themansionrio.com

A The Mansion fica na Rua Julio Otoni, 444 – Santa Teresa.

 

 

#Rio2016 O Catar é aqui! Fomos conhecer a Bayt Qatar, o exclusivo espaço do país para esta Olimpíada

Decoração temática, menu preparado por Alex Atala, atrações típicas, desfile de moda, cinema e entrada somente com cadastro prévio. Com todas essas credenciais, a Bayt Qatar já virou o espaço mais exclusivo e comentado dentre as Casas dos Países desta Olimpíada. Mas será que é isso tudo mesmo? Vale a pena insistir nas inscrições online? Ainda tem ingressos disponíveis?

Pois bem, com tantas perguntas no ar, lá fui eu descobrir como funciona a misteriosa Casa do Qatar… antes de contar tudo o que rola por lá, já adianto que, sim, o espaço é sen-sa-ci-o-nal!

IMG_6546
Sintam a magia qtari… 

Conhecendo o Qatar

Sabemos bastante sobre França, Alemanha, Portugal e outros países europeus, mas pouco sobre o restante das nações que estão por aqui. Então, antes de mais nada, alguns dados geográficos: O Qatar (ou Catar, em português) é uma península localizada na costa ocidental do Golfo Pérsico, no Oriente Médio. Lá vivem cerca de 2.5 milhões de pessoas. Sua capital é Doha e o árabe a língua oficial.

Quem comanda o país é o emir Tamim bin Hamad bin Khalifa Al Thani, que sucedeu seu pai (emir é a palavra árabe para “comandante”, é um título de nobreza equivalente ao nosso “príncipe”). Em 70 anos, o Qatar saiu da posição de um dos países mais pobres do Golfo para se tornar uma potência mundial. A próxima Copa do Mundo, em 2022, vai ser lá.

Conhecendo a Bayt Qatar

Para mostrar toda a grandiosidade do país, sua cultura, costumes e também fazer aquela propaganda do que nos espera na Copa, o Qatar não mediu esforços (e grana) para transformar a Casa Daros em uma autêntica bayt qtari (bayt é “casa”, em árabe).

Para começar, exclusividade: só entra comprando ingresso antecipado no site Bayt Qatar. A entrada custa R$20 e a renda vai para a ong brasileira “Projeto Futuro Olímpico”, que promove o atletismo nas escolas públicas do Rio.

IMG_6529

Sim, os ingressos estão esgotados. Mas ainda há uma chance: foram abertas mais 100 vagas diárias (além das 500 já disponibilizadas). Tem que insistir no site, porque não há nenhuma chance de entrar no local sem a inscrição prévia (quando estava por lá, vi algumas pessoas tentando, mas foram gentilmente barrados).

O pátio da Casa Daros se transformou em souq, como são chamados os mercados qtaris. Tem poltronas, tapetes, fonte, palco e telão onde ocorrem palestras, workshops e shows. As atrações mudam a cada dia, confira a programação completa aqui.

Mas vamos falar de coisa boa, vamos falar de brindes! 🙂

IMG_6526

No souq você pode fazer tatuagem de henna (estilo Jade em “O Clone”, coisa mais linda!), levar para casa seu nome em árabe, se vestir com roupas típicas e provar comidinhas desenvolvidas pelo chef Alex Atala, com ingredientes do país. Sim, adianto que há fila para tudo então trabalhem a paciência. Meu espírito olímpico não aguenta mais de 15 minutos de fila, então não consegui fazer nada disso, apesar de querer muito, mas fui passear pelas exposições.

No térreo, imagens e histórias da Educate a Child, fundação qtari para educação de crianças pelo mundo. Como é um tema que me toca mundo, achei bem legal. No primeiro andar acontece uma visita guiada em quatro exposições (e, sim, também há fila para isso). Cada exposição aborda uma temática: história, geografia, turismo e esportes. Todas são super hi-techs e interativas (tem até passeio de camelo!).

IMG_6542

Imperdível porque…

O local está lindo de viver (até uma fragrância foi desenvolvida para o espaço, deixando o local muito cheiroso), as inscrições antecipadas fazem com que não fique lotado, o serviço é incrível, as exposições interessantes e a programação muito boa. Vale a pena pagar 20 pratas para conhecer mais sobre o país e seus costumes. Já as filas estão desanimadoras mesmo.

IMG_6541

– –

Bayt Qatar
Onde: Casa Daros -Rua General Severiano, 159 – Botafogo.
Quando: 4 a 21/8 – segunda a quinta, 18h/22h; sextas e sábados, 15h/0h; domingos, 15h/22h
Quanto: R$20 – somente com inscrição prévia no site Bayt Qatar.

#Rio2016 Boulevard Olímpico terá 12 dias de Encontro de Carnavais

* Atualização: a organização o Boulevard Olímpico mudou o local do Encontro de Carnavais. A partir do dia 11/8 será realizado no Parque Madureira. A medida foi feita porque o Centro já estava com um fluxo muito grande de visitantes e, com os blocos e escolas de samba, o número de pessoas foi além do previsto. A programação também sofreu alterações, no final da matéria estão todos os shows atualizados.

Foi inaugurado na última sexta-feira (5/8) o Boulevard Olímpico, local que concentra dezenas de atrações culturais gratuitas para cariocas e turistas durante as Olimpíadas e Paralimpíadas.

gael-boulevardolimpico-live site-retrato0801
Foto: Retrato / Boulevard Olímpico

Começando na Zona Portuária e se estendendo até a Praça XV, além de contar dois dois pontos fora deste eixo – Parque Madureira e Campo Grande – o Boulevard é o point da galera que curte as Olimpíadas mesmo sem ingresso para assistir aos jogos.

Dentre as atrações do local, vai acontecer um encontro de carnavais! A folia começa na próxima terça-feira (9/8) e segue até o dia 21/8.

boulevardOlimpico02
O Boulevard Olímpico já é o point da Rio 2016! Foto: JB

Serão 12 dias de encontros com apresentações a partir das 18h. Os blocos e as escolas de samba se encontrarão no Parque Madureira, promovendo um show imperdível e inédito para turistas e moradores do Rio.

Confira a programação:

11/8 (quinta) – MOCIDADE INDEPENDENTE E CARMELITAS
12/8 (sexta) – SALGUEIRO E IMPRENSA QUE EU GAMO
13/8 (sábado) – PORTELA E BOLA PRETA
14/8 (domingo) – SÃO CLEMENTE E A ROCHA
15/8 (segunda) – IMPERATRIZ E ME ESQUECE
16/8 (terça) – VILA ISABEL E TIMONEIROS DA VIOLA
17/8 (quarta) – GRANDE RIO E BARBAS
18/8 (quinta) – UNIDOS DA TIJUCA E SUVACO DO CRISTO
19/8 (sexta) – UNIÃO DA ILHA E DESLIGA DA JUSTIÇA
20/8 (sábado) – BEIJA-FLOR E SIMPATIA É QUASE AMOR
21/8 (domingo) – MANGUEIRA E CORDÃO DO BOITATÁ

Mais informações no site oficial da Rio 2016.

 

#Rio2016 6 mulheres que já venceram nesta Olimpíada (sem precisar ganhar medalha!)

Muito além das medalhas, o que mais inspira numa grande competição, como as Olimpíadas, são as histórias de força e superação de atletas. Nesta edição no Rio não seria diferente. Conheça a história inspiradora de seis mulheres que, independente dos resultados, já podem ser consideradas vencedoras!

1 – Oksana Chusovitina, 41 anos e ginasta

mulherolimpica02.jpg

Desafiando preconceitos e o próprio corpo, luz na passarela que lá vem Oksana, do Uzbequistão, para arrasar na ginástica e lacrar sua sétima Olimpíada!

 2 e 3- Lia e Simone, primeira dupla de nadadoras negras dos EUA

mulheres-olimpicas03

Jovens fazendo história! Lia Neal, 21 anos, e Simone Manuel, 19, serão as primeiras nadadoras negras na história  a representar a equipe olímpica dos Estados Unidos. Vão competir na prova de revezamento 4×100, nado livre.

4 – Jo Pavey, a mais experiente da história do atletismo

mulherolimpica01

A britânica de, pasmem, 42 anos (botando duas gerações de jovens no chinelo) vem ao Rio para se tornar a representante mais velha na história do atletismo nas Olimpíadas.

5- Majlinda Kelmendi – vim, vi, venci

mulheres-olimpicas04.jpeg

Majlinda, 25 anos, já fez história ao fazer parte da primeira delegação do Kosovo na história dos Jogos (o país teve origem após se separar da Sérvia e até hoje luta por reconhecimento internacional, não tem instabilidade política e vive constantemente sob ameaça de guerra com seus vizinhos). Mas ela foi além. Veio, viu e venceu, levando para casa o ouro no Judô até 57kg!

6 – Yusra Mardini, nadar para viver, viver para nadar

mulheres-olimpicas05.jpeg

Dona de uma das histórias mais emocionante desta edição dos Jogos, Yusra Mardini é síria e nadar, literalmente, salvou sua vida (e a de dezenas de pessoas que estavam no barco em que ela e a irmã ajudaram a chegar em terra). Vem ao Rio como parte do Time Olímpico de Refugiados, a “nação” mais emblemática das Olimpíadas do Rio.

 

Com informações do Brasil Post.

#Rio2016 Sem ingresso para as Olimpíadas? Confira 9 esportes que podem ser vistos de graça 

Sim, da para acompanhar as Olimpíadas sem pagar nada! E não tem treta: algumas modalidades serão realizadas ao ar livre, por isso é possível acompanhar as provas sem precisar de ingresso.


Com um cenário como o Rio de Janeiro, as competições ganham um charme especial! Confira a lista abaixo, escolha as suas modalidades preferidas e junte-se na torcida!

1 – Vela

As provas serão realizadas na Baía de Guanabara e podem ser vistas na orla do Flamengo, Botafogo, na Zona Portuária, Pão de Açúcar e Niterói.

Calendário: do dia 8 ao 18/8, sempre na parte da tarde (a partir das 13h).

vela-rio2016.jpg

2 – Triatlo

Vai dar para acompanhar as partes de corrida e ciclismo, já que serão realizadas na Praia de Copacabana. Veja entre as ruas Joaquim Nabuco e Rodolfo Dantas. Uma parte da natação também poderá der vista do Forte de Copacabana.

Calendário: dias 18 e 20/8 às 11h. 

triatlo-rio2016.jpg

3 – Marcha atlética 

Cerca de 1km de prova poderá ser visto no final da Praia do Recreio.

Calendário: dia 12/8, às 14h30 e dia 19/8, às 8h e às 14h30.

marcha-rio2016.jpg

4 – Maratona aquática

São 10km de prova e dá para acompanhar partes dela na Praia de Copacabana.

Calendário: dias 15 e 16/8, às 9h.

maratona_aquatica-rio2016.jpg

5 – Maratona

A prova começa e termina no Sambódromo. Alguns trechos poderão ser vistos na Av. Presidente Vargas, Candelária, Porto Maravilha, Aterro do Flamengo e Botafogo.

Calendário: dias 14 e 21/8, às 9h30.

maratona-rio2016.jpg
A prova masculina, no dia 21/8, é a que fecha os Jogos Olímpicos

6 – Ciclismo de estrada

São 100km e dá para acompanhar em vários trechos, desde a largada, no Posto 6, passando pelas praias de Ipanema, Leblon, Recreio, Vista Chinesa e Jardim Botânico.

Calendário: dias 6/8, às 9h30 e 7/8, às 12h15.

ciclismo_estrada-rio2016.jpg

7 – Ciclismo Contrarrelógio 

As provas começam e terminam na Praça Tim Maia. Dá para ver também no Circuito de Grumari.

Calendário: dia 10/8, às 8h e às 10h30. 

ciclismo_contrarelogio-rio2016.jpg

8 – Canoagem

A prova será toda na Lagoa Rodrigo de Freitas, então dá para ver tudo, de preferência com um binóculo.

Calendário: dias 15 a 20/8, a partir das 9h. 

canoagem-rio2016.jpg

9 – Remo

Também na Lagoa. Posicione-se bem e veja alguns trechos, mesmo que de longe.

Calendário: dias 6 a 13/8 (menos dia 7), a partir das 8h30.

remo-rio2016.jpg

 

Com informações do Estadão e Rio 2016.

#Rio2016 O melhor chef do mundo vem ao Rio cozinhar para pessoas carentes

Mais uma ótima iniciativa que chega como legado dessas Olimpíadas: Massimo Bottura, eleito melhor chef de cozinha do mundo, vem aos Jogos com seu projeto social de cozinhar para pessoas carentes!

O chef italiano, junto com a Ong Gastromotiva, traz para a cidade o ReffetoRio Gastromotiva, um restaurante em que as sobras de ingredientes da Vila Olímpica (que iriam para o lixo) são usadas para alimentar pessoas em situação de vulnerabilidade social. Dentre os chefs já confirmados para cozinhar no local durante os Jogos, Alex Atala, Alain Ducasse, Claude Troisgros e Roberta Sudbrack. U-A-U!

massimo_botura
Massimo Bottura, o chef que é o máximo!

Serão mais de 100 refeições diárias, para pessoas previamente cadastradas.Até o final dos Jogos, terão sido servidas mais de cinco mil refeições a partir de alimentos que seriam jogados fora.

O lugar vai ser operado como o Reffetorio Ambrosiano, instalado no subúrbio de Milão durante a Expo Milano em 2015, criado pela ONG Food for Soul, de Massimo Bottura. A ideia de repetir a experiência no Brasil, durante os Jogos Olímpicos, foi do chef David Hertz, que comanda a Gastromotiva (veja mais sobre a incrível iniciativa aqui), dedicada à capacitação de jovens carentes para trabalhar em restaurantes.

Após os Jogos, o restaurante passa ao comando de chefs e equipes de salão formados pela Gastromotiva e vai funcionar no formado “pague o almoço e deixe o jantar”: no almoço, abre ao público, que paga pela refeição. À noite, fica reservado às pessoas carentes e será gratuito. Ou seja, o cliente pagante ajuda a subsidiar o jantar de pessoas carentes.

refettorio-gastromotiva-sopacultural
Coletiva de imprensa que rolou ontem para anunciar o projeto. Foto: Site Sopa Cultural

O espaço funcionará também como um restaurante-escola, com aulas, oficinas e workshops para formação de profissionais de gastronomia.

Massimo Bottura, a frente da sua Osteria Francescana, ganhou o título de melhor chef do mundo pela importante revista britânica Restaurant. (Nota da editora: quem quiser conhecer mais sobre ele, o Netflix tem uma série de gastronomia chamada Chef’s Table. O primeiro episódio da primeira temporada é sobre Bottura. Vi, amei e tracei como meta de vida jantar na Osteria!)

O RefettoRio Gastromotiva inaugura na próxima terça-feira (9/8) na Rua da lapa, 108 – Lapa.

Gastronomia da boa, e do bem!

Com informações do Paladar, do Estadão. 😉

Espetáculo gratuito une teatro e performance no Espaço Sérgio Porto

O público acostumado com o tradicional formato teatral de palco e plateia estáticos vai se surpreender com o espetáculo “Solos de memória”, do grupo Uma Certa Companhia. Na peça, os espectadores são convidados a acompanhar as cenas percorrendo os vários ambientes do Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto, no Humaitá.

O espetáculo é gratuito conta com performances que vão do foyer até o pátio do lado de fora do teatro, onde a cena final aborda temas atuais, como a relação da cidade com os Jogos Olímpicos.

solosdememoria

A montagem dialoga com a obra da artista plástica Anna Bella Geiger em exposição na galeria do próprio local.

“Solos de memória” fica em cartaz no Espaço Sérgio Porto até 22/8, de quarta à segunda, às 18h. Ah, a classificação é 12 anos.

– – –

Serviço:
Espetáculo “Solos de memória”
De 3 a 22/8 (quarta a segunda-feira)
Horário: 18h
Local: Espaço Cultural Municipal Sérgio Porto
Endereço: Rua Humaitá, 163 – Humaitá, Rio de Janeiro – RJ
Telefone:(21) 2535-3846
Valor: ENTRADA FRANCA
Reservas pelo email:
solosdememoria@gmail.com
Capacidade: 20 espectadores por sessão
Duração: 70 minutos
Classificação: 12 anos 

Exposição promove diálogo entre diferentes juventudes cariocas

E se a arte promovesse um diálogo entre adolescentes de diferentes classes sociais do Rio? É essa conexão que o Museu da República revela a partir deste sábado, 6/8, com a exposição ‘No espaço entre nós’.

NoEspaçoEntreNós1

A mostra composta por uma instalação audiovisual e obras interativas é resultado da interação entre alunos do Centro Educacional Anisio Teixeira, em Santa Teresa, e adolescentes da comunidade do Jacarezinho, na Zona Norte.

Eles tiveram suas imagens transformadas em sombras e misturadas em mandalas, um trabalho desenvolvido pelo artista plástico Helio Rodrigues, e apoiado pelo Instituto de Arte Educação (IAE), com patrocínio da Farmoquímica.

Helio Rodrigues e aluno

Os visitantes também poderão participar, brincando com sombras imantadas sobre caixas de luz com cores, formas e o espaço entre elas. Os trabalhos criados serão fotografados e postados no Facebook, e o público poderá guardar e compartilhar sua criação, com a hastag #noespacoentrenos.

NoEspaçoEntreNós2

“No espaço entre nós” fica de 6/8 a 4/9 no Museu da República (Rua do Catete, 153 – Catete), na sala de Arte-Educação: quinta e sexta-feira, das 11h às 17h. Sábado e domingo: das 12h às 18h.

Entrada gratuita!