Uerj promove roteiros a pé contando a história do samba no Rio

O projeto “Roteiros Geográficos do Rio” terá duas edições em comemoração ao Ano do Samba na Uerj, nos dias 29/4 e 01/5. Os itinerários escolhidos reúnem lugares que possuem uma forte relação com a história do gênero musical.

A iniciativa une “aulas passeio” gratuitas, em diversos pontos da cidade, apresentando a geografia, arquitetura, religiosidade e cultura do cotidiano carioca.

Para participar, basta comparecer aos pontos de encontro, na data e local marcados.

Os encontros são promovidos pelo NeghaRIO / PPGEO (Mestrado Doutorado em Geografia) – Instituto de Geografia – CTC – UERJ –Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

Confira abaixo o itinerário dos roteiros:

29/4, às 10h – “100 Anos do Samba – Ecos da Cultura na Cidade Nova e na Praça Onze dos Bambas”

Local de encontro: escultura interativa de Ismael Silva (Rua Frei Caneca com Largo do Estácio e Avenida Salvador de Sá)

Itinerário: Escultura de Ismael Silva (assinatura Otto Dumovich) – Conjuntos Residenciais Ismael Silva & Zé Kéti (Minha Casa, Minha Vida) – Rua Neri Pinheiro, Cidade Nova (os aterros sobre o  mangal de São Diogo, o surgimento da Cidade Nova, o bairro do Mangue e da zona do baixo meretrício, a memória simbólica da prostituição nos logradouros e torres do centro administrativo da Cidade Nova), Petrobrás, Igreja Evangélica, as diversas camadas de aterros, cultura e transformações espaciais na Cidade Nova – memória simbólica na Cidade Nova do maxixe e do chorinho, Correios, Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro, Escola de Enfermagem Ana Néri, a monumental Avenida Presidente Vargas, Praça Onze (berço do samba e lugar de  manifestações religiosas e culturais dos negros da “Pequena África do Rio de Janeiro”), tradicionais lugares do carnaval carioca, monumento a Zumbi dos Palmares, Passarela do Samba / “Sapucaí” do maior espetáculo da Terra /Avenida Darcy Ribeiro,  Terreirão do Samba / palco João da Baiana,  vista para o morro da Favela / Providência,  Escola Tia Ciata,  Igreja de Santana (visita).

01/5 , às 10h – “100 Anos do Samba – Dos Lamentos do Cais do Valongo aos Simbólicos Batuques da Pedra do Sal e Emissões da Rádio Nacional”

Local de encontro: na esquina das ruas Sacadura Cabral e Camerino

Itinerário:entre os pulsares, batuques e batidas diferentes: Jardins do Valongo (subida aos Jardins) – Cais do Valongo. Tombado pela UNESCO pelo seu  contínuo e dilacerante papel  na humanidade por ser o ancoradouro que maior número de escravos recebeu no mundo: um milhão – Rua Sacadura Cabral – Trapiche Gamboa –  Pedra do Sal dos escravos, trabalhadores da estiva, do samba, do gênio Pixinguinha, do sambista João da Baiana e do pintor Heitor dos Prazeres em plena “Pequena África do Rio de Janeiro” – Largo de São Francisco da Prainha – Rua Sacadura Cabral – Nova Praça Mauá e os ecos da Rádio Nacional.

Anúncios

4 comentários em “Uerj promove roteiros a pé contando a história do samba no Rio

      1. Oi, Patrícia
        Não divulgaram ainda, mas você pode perguntar diretamente para a equipe que produz o evento, que é a Uerj.
        Bjs,
        Bárbara

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s